domingo, 18 de março de 2012

Tentamos aperfeiçoar o mundo por ti...

Têm sido dias de muitas emoções contraditórias se por um lado estamos imensamente felizes porque és fruto do nosso amor, por outro estamos cheios de medo sem saber se estaremos aptos a realizar tudo o que precisarás para ser feliz.  Sorrimos quando vemos as tuas roupinhas mas são tão pequeninas que temos receio de te quebrar dentro delas. Olho para a minha barriga da qual tenho orgulho, que me dá imenso comichão, ponho-lhe creme - a tua massagem como lhe chamo - e tenho medo que o meu corpo, este invólucro que te mantém seguro/a, possa falhar. Sei que não posso pensar assim mas seria irresponsável se não o fizesse. Enquanto aguardas estas 36 semanas, cá fora movemos mundos e fundos para preparar a tua chegada à realidade da vida, batalhamos pelo melhor para ti e para nós, mostramos dentes e rosnamos como os animais para proteger as suas crias e assim será até ao dia em que tu ficarás por tua conta e risco pois já terás capacidade para liderar.

Temos medo, filha/o. Muito mesmo. Mas sei que valerá a pena. Temos as certeza que estamos a fazer o correcto e tens direito de provar tudo o que a vida te poderá reservar. Observar a imensidão do espaço que te fará sonhar mais além e a profundidade do mar que te trará os melhores pensamentos e direcções que aches que deves tomar. Sentir aumentar o fogo da tua alma que te irá aquecer em dias menos bons e nos quais te sintas só. Poderes sujar os teus pés de terra enquanto corres e sentes a liberdade apoderar-se de ti e do teu espírito. Viver é tudo isto e muito mais. Viver é encher os pulmões de ar e parecer que vamos rebentar de felicidade. Ver algo que nos enche o coração e deixar os olhos exprimirem isso. Espreguiçar e sentires-te maior dentro de ti. Cantar sem medo que te ouçam ou te achem tolo/a. Rir com vontade porque te  faz bem e verás que poucas pessoas se riem com vontade e são essas as mais felizes. Bate palmas, mesmo que sejas a/o única/o, quando vires um grande feito de alguém porque essa pessoa se sentirá capaz de seguir em frente e fazer melhor ainda. Chora, filha/o, chora quando tiveres vontade. Inunda o teu coração porque ele bombeia a água para fora e fica limpo novamente. É sinal de nobreza de sentimentos e tu és nobre! Grita quando a tua dor for difícil de suportar e deixa que todos te ouçam pois alguém virá em teu auxilio mesmo aquela pessoa que não conheces. Grita quando o amor sair por todos os poros do teu corpo e abraça a pessoa que mais ames e estiver perto de ti. Somos feitos disto e este é um esboço mínimo do que é ser feliz. Cabe-te terminar o desenho...

Sem comentários: