quinta-feira, 26 de julho de 2012

Calor Alentejano na gravidez...

Eu tenho tanto mas tanto calor que poderia viver assim no frigorífico...


(Imagem da web)


Por mais anos que viva no Alentejo acho que não me habituarei a este calor. O primeiro ano foi de desconhecimento, o segundo a coisa passou com água e toalhas húmidas perto da cama para me ir refrescando durante a noite mas este terceiro, grávida e resmungona com tudo e todos, tem sido o pior...

Às 8 da manhã é ver-me debaixo do AC do trabalho, folhas a abanarem numa mão e garrafa de água na outra. Hoje tive até vontade de chorar tal a aflição... Por mim ia em cuecas para todo o lado. Só eu, a barriga e as cuecas. Nada mais. Nada me dissessem, se não fosse presa por atentado ao pudor - como se uma grávida em cuecas na rua fosse algum atentado - e ia na maior das calmas... 

Aliás há alturas que até o elástico das ditas me faz calor...

Mas pronto, no inverno também resmungarei por causa do frio que se entranha nos ossos... 

Deus me acuda que com nada estou contente!

Filha, está mesmo calor!!!





4 comentários:

Katy disse...

Eu até sinto falta.
Assim com esse calor até dá gosto ir á praia :)

Gaiatas disse...

Aqui está razoável..
MAs para a semana a temperatura vai voltar a subir até aos 35 ou mais :( enfim..

Estar grávida no verão é a pior altura :(

Beijoca fresca*

Pobre(o)Tanas disse...

Ai Katy não sei não, mulher! Na praia podes ir à água mas mesmo assim o calor que apanhas é demasiado. Este ano não me importo de ir para a praia com temperatura amena pois a água estará quente dos dias quentes ;) Beijinho

Pobre(o)Tanas disse...

Gaiatas, hoje esteve um dia fantástico! Parece que me ouviram ontem! Eu não desgosto de estar grávida nesta altura até porque no inverno andas apertada com casacos e assim mas chiça que o calor vai lá vai...

Beijoquinha!!!