domingo, 9 de dezembro de 2012

Ser mãe...


A partir daquele momento em que me entregaram a Eva nos braços, as dúvidas (se é que as haveria) dissiparam-se, os medos de não conseguir também e o instinto falou mais alto. 

Sem medo algum comecei a cuidar da minha filha naquela noite como se o fizesse desde sempre. Muito calmamente, falando com ela, acarinhando-a... E ela correspondia da mesma forma... Ao fim de poucas horas apercebi-me que havia tanto dela que já conhecia e rio-me ao pensar, por exemplo, na alegria de descobrir que lhe pararia o pequeno choro da muda da fralda se lhe deixasse sempre as meias nos pés. Que fazer-lhe uma massagem nos bracinhos e pernas depois da muda ou do banho a relaxaria. Que se lhe beijar as mãos ela solta pequenos suspiros. 

As expressões faciais são encaradas de igual forma e delicio-me com a cara de prazer que faz ao beber o meu leitinho, do piscar de olhos e trejeitos de boca quando lhe dou beijos, muitos beijos em toda ela. De me olhar e aninhar a cara no meu peito enquanto faz pequenos estalinhos com a boca à procura da mama. De ao fim de tantas visitas, colo e carinhos de família e amigos, cansada e rabugenta, refugia-se no meu colo, encolhida qual sapinho e assim ficamos porque o colinho da mãe é bom e o cheiro dela também... O meu coração enche-se de amor. O tempo pára e apetece-me chorar de alegria de cada vez que olho para ela.

O cheiro da minha filha é a melhor das essências. Observar, depois de cada mamada, as suas bochechas rosadas e lábios vermelhos, toda ela embriagada e satisfeita, alimenta-me a alma!

Por ela, caçarei estrelas!

Por ela, faço tudo!

Ser mãe é algo supremo!







Queriamos deixar uma nota a todos os que nos seguem. Sem querer que nos levem a mal e esperando a vossa compreensão não vamos divulgar fotos do rosto da Eva. Queremos deixar pequenos apontamentos dela para simbolizar posts e momentos mas não mais que isso. Espero que entendam e respeitem a nossa decisão e que isso não seja impeditivo de continuarem a acompanhar o diário de vida da nossa filha.

Gratos

8 comentários:

Carolina disse...

Deve ter sido maravilhoso!!!! Mais uma vez muitos parabéns, a Eva é tão fofinha!
Claro que compreendo a vossa decisão...eu própria desfoco as caras no meu cantinho, é uma questão de privacidade :) E por mim podes ficar descansada não vou deixar de seguir este cantinho tão amoroso!!!

Beijinho grande

Katy disse...

Também sou da opinião que não é preciso mostrar rostos nem nada. A privacidade é uma das melhores coisas do mundo, por isso está tranquila :)
Como te estás a dar com a amamentação? Doeu?
Desculpa as perguntas mas quero muito dar maminha ao meu filho e tenho algum receio das complicações por causa das dores, das gretas...

Beijinho!!

Carla Silva disse...

Não podia deixar de comentar esse texto! É lindo e sensacional! Mais uma vez Parabéns!
Privacidade acima de tudo!! Não têm que se justificar de nada! :)

Bjocas***

Nany disse...

Que testemunho mais lindo, fiquei emocionada.
E quanto a fotos, a decisão tal como a filha é unciamente vossa.
Bjs e muitas felicidades

Sandrine disse...

Amei este testemunho, amei ver esta foto...Obrigada por partilhares connosco!

Pobre(o)Tanas disse...

Obrigada a todas pelas palavras, pelo carinho e compreensão :)

Gaiatas disse...

O sentimento de mãe transborda nas tuas palavras :) este amor inexplicável :)*

Pobre(o)Tanas disse...

Obrigada Gaiatas! Amor inexplicável que aumenta a cada segundo!