sexta-feira, 27 de março de 2015

Da tiroide...



Os sintomas têm dado descanso. Há dois/três dias que ando normal o que me dá um certo alívio mental... 

Porém repeti as análises e os resultados foram piores que nas primeiras. A TSH baixou de 0.01 para 0.005 e a T4 livre quase no limite máximo. 

Por sua vez a eco também não animou a coisa pois mostrou nódulos tal como eu já esperava. 

O técnico que ma fez não quis adiantar que tipo de nódulos tenho pelo que deverei esperar até dia 7 de Abril para perceber mais um bocadinho de que raio se passa.

O que quer que seja cá estou. De peito feito...



sábado, 21 de março de 2015

Chillin'




De dia a ver tv:




À noite, a ler, embrulhada na manta (tal e qual a mãe)


Mini artista :D




Qualquer coisa entre o abstracionismo contemporâneo...



E o gatafunho...

"Mãe, é um uião" (leão)





O cansaço tem um nome...



Novamente desaparecida porque o cansaço apoderou-se da mãe cá de casa.

Depois de muitas quebras de tensão, tonturas, tremores, taquicardias, idas ao médico e análises com fartura foi-me diagnosticado hipertireoidismo sub-clínico. As análises acusaram a TSH com um valor de 0,01 (de 0,27 a 4,5) e a T4 Livre dentro dos valores normais. 

Eu, que há um mês corria 10km, fazia 250 a 300 abdominais, trabalhava 8/9 h, chegava a casa e ainda tinha força para tratar de tudo e mais um par de botas, dou comigo sentada no sofá agarrada ao peito que parece querer entrar em colapso a qualquer momento. Pego na minha filha dois minutos e estou pronta para me deitar e ir dormir 18h sem forças. Saio de um banho relaxante com as pulsações a 120bpm. Por a roupa para lavar na máquina é um tremendo esforço e passo o tempo sentada no trabalho a acumular tarefas que deveria fazer fora da secretária, ganhando coragem para as fazer quando me sinto capaz.

Por vezes sinto-me fora da realidade e nem falo nas constantes e repentinas mudanças de humor. Por momentos achei que estava a entrar em depressão. Cansaço, cansaço e mais cansaço é como posso definir o que sinto. Nem no auge das noites mal dormidas estive assim. Nem por sombras...

E têm sido assim os meus dias. 

Quarta, dia 25, farei ecografia à tireoide (CHEIA DE MEDO). As análises aos anticorpos estão dentro dos valores de referência pelo que devo à partida desconsiderar a doença de Graves. Por isso aguardo ansiosa pela eco para saber o que podemos ver. O que esperar? Nódulos? Sei lá...

Veremos...

Gostava que me tivessem já receitado algo para me sentir menos desconfortável e inútil mas até ser vista pelo endocrinologista e ser ele a medicar-me nada feito. Até lá ainda falta o hospital mandar carta com a data da consulta - que se demorar muito terei de partir para o particular. 

Não aguento mais esta situação. Não aguento pensar e desejar a cama todo o dia. Não aguento sentir-me assim. Sentada, deitada, prostrada é como me sinto bem. Não aguento ter estes tremores todos os dias como se tivesse acabado de apanhar um susto e ainda não me ter recomposto. Não aguento toda esta fome que me assola: acabo de comer um belo almoço e ao fim de 45 minutos estou a devorar mais qualquer coisa. 

A única coisa boa nisto é que não se engorda, pois o metabolismo está tão acelerado que não dá para engordar pelo que mesmo comendo camiões de comida de treta por dia estou a perder peso. Nada saudável portanto...

Sinto-me mal pois não consigo tomar conta dela como queria, brincar com ela sem me sentir de rastos, pegar-lhe sem forças :( 

Aguardo ansiosa que isto se resolva...

DEPRESSA!!!



quarta-feira, 4 de março de 2015

Brincadeiras



Umas caixas que iam para o lixo et voilá:




Horas perdidas de brincadeiras.

E os bonecos que mais gostas são os herdados da mãe e dos primos.



terça-feira, 3 de março de 2015

27 meses


E um apanhado das coisas que faz e diz que jamais quero esquecer:


(Eu munida de ameaças que os nossos pais usavam):

- Estás a fazer birra, aqueles senhores e senhoras levam-te e nunca mais nos vês. Queres?

Ela mt chorosa: Xiiiiiim!!!

-------------------------------------

Ela: - Quéio do tina amaélo! (quero gelatina amarela/ananás). 

------------------------------------

Diz ela: Quéio pão cum piqueiga!

E comeu duas torradas.

------------------------------------

*No Lidl tudo muito calmo àquela hora e do nada, vinda do nosso carrinho, a versão mais metal da música "Olhááááááá BOLA MANEL" que ecoou pelo corredor fora...* (de fazer inveja ao Fernando Ribeiro dos Moonspell)

------------------------------------

Eva: "fáfenti".

Eu: mas o que é "fáfenti"?

Eva: fáfenti, fáfenti.

Pai: se calhar é "para a frente".

Eva: não, não fáfenti. FÁFENTI!

Nós: ah... *ficámos igual*

E ela continuou:
fáfenti, fáfenti, fáfenti!

------------------------------------



Enquanto passava por ela, de manhã, em roupa interior:
- Mãe vai tomá do bano! (Mãe, vai já tomar banho)

E enquanto me sentava na cadeira a calçar-me esta "chiou":

- AHHHHGGG!!! *muito espantada* a mãe patiu do cadeira!!!!

Ou seja, aos olhos da minha filha sou uma gordalhofa porcalhona! :|

-----------------------------------

Eu: moriiiii, vamos ver o "Paxálo"? (como ela chama o amiguinho Gonçalo; e eu acho tanta graça ao esforço dela)
Eva de sobrolho franzido: não Paxálo, mãe! Bonxalo!!!

----------------------------------

- oia, oia a Eva tem doi-doi!!!
- então e como fizeste isso?
Muito pesarosa:
- foi a "Catatatatina" (Catarina).
- andaram à bulha?
- não...
- empurrou-te?
- xim...
- mordeu-te?
- xim!
- atirou-te de um penhasco?
- xim!!!

*foi um dia duro*

------------------------------------

Sendo que ela diz ter "medo" do cuco do filme Mickey no País das Maravilhas e do lobo mau dos 3 porquinhos (e mais meia duzia deles) volta e meia e como (mau) recurso lá os "chamamos" quando ela não quer fazer algo:

- Aiiii que eu chamo o cuco. Olha!!!

(Pai faz um som de cuco noutra divisão).

Ela: Ahhhhhhhh oia o cuco!!!!

- Eu disse-te que ele vinha.

- 'Tá da pota?

- Sim, está à porta.

- O pai agoa faz do lobo mau. Vês? Ai ai ai lobo!!!

(Já não se deixa enganar)

-----------------------------------

Eu - Como é que se chama o pai?
Ela - 'Uis.
Eu - E eu? Como me chamo?
Ela - Mãe (e o nosso apelido).

----------------------------------

- O que queres jantar?

- XOLATI!!!!!!!!

(Claro que comeu canja)




--------------------------------



Observações e perguntas de pais babados:

- Aiiiii que linda prenda do dia do pai!!! Quem é que fez essa prenda tão linda????

Ela: Foi a *S* (educadora).

-------------------------------

Ainda sobre os bonitos:

- O pai é bonitA, a mãe é bonita, a Eva é bonita.

- Não... O pai é bonitO, A mãe é bonitA, A Eva é bonitA.

- O pai é bonito, a mãe é bonitO, a Eva é bonitO.

- Não. O pai é bonitO, eu e tu somos bonitAs.

- Bonitos.

- Pronto somos todos bonitos.

*sorriso e virou-se para o outro lado para dormir*

Uns segundos depois:

- Pai bonitO, mãe bonitA, Eva bonitA.

E adormeceu. :)

----------------------------------